Unidos da Tijuca - Rio Samba School Song Português

Unidos da Tijuca Samba School flag

Listen here to the samba song of the Rio Samba School Unidos da Tijuca. Just click on the music player on the side.


Unidos da Tijuca Samba School

DETAILS

Established in: 31/12/1931

Flag Colours: Yellow and Blue

President: Fernando Horta

Address: Clube dos Portuários – Av. Francisco Bicalho, 47 – Santo Cristo, Rio, RJ
Sede - Rua São Miguel, 430, Tijuca – Rio de Janeiro, RJ – CEP 20530-420

Reharsals: On Saturdays, from 22h

Head Quarter: Samba City (Quarter nº 12) - Rua Rivadávia Correa, nº 60 - Gamboa
CEP: 20.220-290
Phone: (21) 2516-2749

Web site: www.unidosdatijuca.com.br

Press:
Elisa Fernandes
elisa@muitamidia.com.br
Phones:
(21) 7590-1290 / (21) 8318-0663

Marketing:
Fabiana Amorim
marketing@unidosdatijuca.com.br
Phone: (21) 2263-9679


Unidos da Tijuca 2016

2016 parading time

Parading Theme:
"Semeando Sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado"

Carnival Designer (Carnavalesco):
Paulo Barros

Carnival Manager: Ricardo Fernandes

Harmony Manager: Fernando Costa

Vocalist: Bruno Ribas

Drummer`s Regent: Casagrande

Drummer`s Queen: Juliana Alves

Flag Carring Couple:
Marquinhos & Giovanna

Vanguard Group:
Rodrigo Negri e Priscila Mota


Unidos da Tijuca Samba School Rio Carnival

Unidos da Tijuca is the third oldest Rio samba school. It became noticed again in 2004, as a surprise to everyone, with its creative and innovative artistic work, viewed as controversial by some.

Unidos da Tijuca Samba School Rio Carnival

It is the school which traditionally pays most homage to Brazil's background as a Portuguese colony. It has been extremely strong in recent years and viewed as the most creative and daring school by many.

Its samba hall is very popular easily reachable, and attracts also many gay men.


Unidos da Tijuca

Theme: "Semeando Sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado"

Composers: Gustavinho Oliveira, Caio Alves, Rafael Tinguinha, Cosminho, Josemar Manfredini, Fadico, Zé Luiz e Carlinhos

Vocalist:Tinga

Samba Enredo

 

Carnaval

eterna é nossa união

que bom voltar

pra reviver esta emoção

quem dera com o meu pai reencontrar

tantas histórias encantadas

se fez o sonho e não quero acordar

seres alados, castelos erguidos

sopro gigante, herói destemido

nos montes de neve um anjo a proteger

melhor amigo que o homem pode ter

 

Gira mundo no tempo, templo da invenção

tudo cabe no bolso ou na palma da mão

''o som da caixa'', jóia de valor

quem procura acha, a senha do amor

 

Novo tempo

relativa idade do conhecimento

brilhante pensamento

explica a vida em todas as direções

sábia mente, a hora voa com o viajante

brilha o sol num instante

aquecendo tantas gerações

hoje eu vejo que o ontem

é o aprendizado para o amanhã

Suíça, em tua história a inspiração

com teus sabores na avenida

quebrando o gelo, lá vem o pavão

 

Deixa o dia clarear Tijuca

tá na hora a gente vai à luta

o relógio disparou alô gente bamba

vai pro Borel o prêmio Nobel do samba

 


2016 Parading Theme

"Semeando Sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado"

Sinopse

Ouço um tremor!
A noite anseia pelo dia,
Dia que, teimosamente,
Demora, pois traz a vida
Dos véus da sabedoria...
Pelo meu corpo desnudado,
Minhas entranhas o selariam:
Esculpido no barro, o homem nascia.

Homem da Terra,
Filho da mata virgem.
Envolto às minhas espécies,
Que se abrem à tua passagem,
Percorre essa amorosa via-terra-fêmea
E reconhece-te nessa paisagem.
Germina a semente do teu ser,
A coragem e o saber
Ao vulto de uma pátria mãe gentil.
Debruça sobre a terra,
Fremindo a candura ardil
Da arte agrícola,
De uma terra abençoada,
Chamada Brasil.

Entre os raios de sol,
Semeia o ciclo sagrado da natureza.
Desvenda meus mistérios,
Tanto do solo quanto hídricos,
Segue a tua lida,
Entremeando meus frutos,
À essência da vida.

 

E a prosa segue entrosada
Rumo à lavoura,
Na beira da estrada.
O sol a pique,
Brota o suor,
Mãos calejadas
Ao manejo da enxada.
O homem do campo
Ara a terra,
Com bravia devoção.
Planta, cultiva feito as
Flores que colorem
Esse chão.
Tudo verdinho e brotado,
Alimenta tua família
Com os frutos do meu roçado.

Meu matuto sonhador,
Já é tarde!
Brilha a luz na portinhola,
Crê nas palavras de Deus
Nosso Senhor,
Rima-te a essa poesia de amor...
E nas modas de viola
Canta a vida do interior.

Na minha intimidade,
Volto ao meu ser.
Espalho minhas cores,
Polinizadas de saber.
Atraídos pelo néctar
São muitos os insetos a me envolver,
Num ato simbiótico,
Renovando o meu florescer.

Chegou a hora!
Tu que me foste zelador:
Agora, segue na linha do tempo
E mostra ao mundo teu valor.
Pinta minha terra,
Em forma de um mosaico encantador.
Tua arte é a agricultura
E, o teu ofício, agricultor.

E eu digo amém,
Só de pensar
Que a criatividade humana
Vai além.
Reside na sutileza,
Na expertise rural e
Desvenda os segredos da natureza
À questão ambiental.

Mas sem rodeio e sem aresta
A praga te insulta,
Ameaça e te espreita.
Mas não te acanhes,
Tu conheces a receita.
Trava uma batalha,
Munido de insumos naturais,
Luta e peita...
Salva a tua colheita.

Uma poeira no pé de vento
Sopra a prosa de um novo
Empreendimento:
Fértil em tuas plantações,
Polinizada pela tecnologia
E por sustentáveis inovações.
Cuidadosamente, aviso:
É um tal de agronegócio,
Não tem nada de improviso.
É uma séria "capital",
Que do mundo rural,
Se chama "Sorriso".

Contudo,
O trabalho árduo
Te afaga.
Não falha.
A agricultura sustentável
Cria a tecnologia do
"Plantio direto na palha".
Semeando "sorriso"
Corre chão
Para tudo mais que o valha,
Planta o grão.
Sem gradagem e aração
À saúde da plantação.

Segue, Homem da Terra,
A tua saga comunitária.
Desbrava os recursos dos
Peixes, gados e suínos...
Mede essa "extensão agrária"
E escreve a história da
Tua agropecuária.

Terra farta,
Gente feliz.
Semeia tua alegria
Que se manifesta
Em ritos de poesia:
Entre palmeados da "catira",
Passos da "caninha-verde"
Ao cortejo da folia.

Entre teus sonhos e desejos,
Sou eu - a Mãe Natureza -
A luz de tua inspiração.
Sou eu a festança e a cantoria,
Dos "brasis" que correm esse chão.
Sou eu o fruto da vida,
Um infinito ser abençoado,
Que pelo teu talento
Para sempre serei lembrado:
"Semeando Sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado".

Rio Carnival 2016
Samba Schools &
Samba Songs

Find here all Rio Samba School details with the latest samba songs and 2016 parading themes.

You will be able to listen to the 2016 samba songs on your own Rio Carnival Page as soon as they are released.

All samba school songs
info about the schools
all about 2016 rio carnival

Rio Carnival Samba School Photos

Unidos da Tijuca`s history

 

Prizes in the First League (Special Group)