Beija-Flor - Samba School Song Português

Beija Flor Samba School flag

Listen here to the samba song of the Rio Samba School Beija-flor. Just click on the music player on the side.


Beija-Flor Samba School

DETAILS

Established in: 25/12/1948

Flag Colours: Blue and White

Honorary: Aniz Abrahão David

President: Nelsinho David

Address: Rua Pracinha Wallace Paes Leme, 1025 - Nilópolis - RJ
Cep: 26.050-032
Phone: (21) 2691-1571 /
(21) 2791-2866

Reharsals: On Thursdays, from 21h

Head Quarter: Samba City (Quarter nº 11) - Rua Rivadávia Correa, nº 60 - Gamboa
CEP: 20.220-290
Phone: (21) 2233-5889

Web site: www.beija-flor.com.br

Press:
Hilton Abi Rihan
beija-flor@beija-flor.com.br
beija-flor@grupointernet.com.br
Phone: (21) 2233-5889

Simone Fernandes
simonefern@gmail.com
Phone: (21) 7843-8940


Beija-Flor 2016

2016 parading time

Parading Theme:
"Mineirinho Genial! Nova Lima - Cidade Natal. Marquês de Sapucaí - O Poeta Imortal!"

Carnival Designers (Carnavalescos):
André Cezari, Fran-Sérgio, Ubiratan Silva, Vítor Santos e Bianca Behrends

Carnival Manager: Laíla

Vocalist: Neguinho da Beija-Flor

Drummer`s Regents: Plínio e Rodney

Drummer`s Queen: Rayssa Oliveira

Flag Carring Couple:
Claudinho & Selmynha Sorriso

Vanguard:
Marcelo Misailidis


2016 parading time

Beija Flor Samba School Song

Beija flor means humming bird. It is a beloved and omnipresent bird in the Rio region. The school is based on the outskirts of Rio de Janeiro, in a place called Nilopolis.

Samba School Beija-Flor is currently ranked the highest among all Rio samba schools. It has achieved the reputation of being the best school by a combination of outstanding and unparalleled artistic organizational management with a strong determination to win. It is the only school with a whole team of carnival designers (currently 5 of them) whereas most other schools only have one. It imposes strict rules and has the highest expectations towards all of its parading members.

It began its recent winning streak in 1998 and won again in 2003, 2004, 2005, 2007, 2008 and 2011. In recent years, if it didn't win it was very close to it. It is well-known for its creative extravagance and powerful colors.

Beija-Flor

Theme: "Mineirinho Genial! Nova Lima - Cidade Natal. Marquês de Sapucaí - O Poeta Imortal!"

Composers: J.Velloso, Samir Trindade, JR Beija-Flor, Marquinhos Beija-Flor, Gilberto Oliveira, Elson Ramires, Dílson Marimba e Sílva

Vocalist: Luiz Antônio Feliciano Marconde (Neguinho da Beija-Flor)

Samba Enredo

Vem na batida do tambor

Voltar na memória de um griô

Fala cansada, mãos calejadas

Ouça o menino Beija Flor

Ceiba, árvore da vida

Raízes na verde imensidão

Na crença de tribos antigas

Força e povoada nesse chão

O invasor singrou o mar

Partiu em busca de riquezas

E encontrou nesse lugar

Novas Índias, outras realezas

Destino trocado, tratado se faz

Marejam os olhos dos ancestrais

 

Negro canta, negro clama

Liberdade!

Sinfonia das marés

Saudade!

Um africano rei que não perdeu a fé

Era meu irmão, filho da Guiné!

 

Formosa, divina ilha

Testemunha dos grilhões

Eu vi a escravidão erguer nações

Mas a negritude se congraça

A chama da igualdade não se apaga

Olha a morena na roda e vem sambar

Na ginga do balélé, cores no ar

Dessa mistura vem meu axé

Canta Brasil! Dança Guiné!

Criança! Levanta a cabeça e vá embora!

No mar que trouxe a dor,

Riqueza aflora

Tens uma família agora!

Quem beija essa flor não chora.

 

Sou negro na raça, no sangue

E na cor.

Um guerreiro Beija Flor

Oh minha deusa soberana!

Resgata sua alma africana.

 


2016 Parading Theme

"Mineirinho Genial! Nova Lima - Cidade Natal. Marquês de Sapucaí - O Poeta Imortal!"

Introdução

Uma grande História, para ser bem contada, necessita de enredo, fundamentos, algo que permeia a eternidade da linha do tempo, sem querer jogar confetes que seja cheia de vida, iluminada como uma senhora festa e que, acima de tudo, ilustre a força de seu personagem principal. Não é uma historiazinha qualquer que agora principia, por ora o prelúdio da crônica de uma vida recheada de caminhos, vitórias e uma consagração digna da nobreza d´alma de poucos com espírito tão elevado. Muitos já ouviram meu nome! Quantas vezes fui testemunha da mais original manifestação popular no maior espetáculo da Terra?

 

Cândido nasci, e das ruas de pedra de Congonhas de Sabará – hoje Nova Lima, jamais imaginaria um futuro tão brilhante como o mais puro ouro das Minas Gerais. Sou daquele tempo, em que a riqueza da mineração conduzia metais preciosos, influência e homens letrados à Corte no Rio de Janeiro. Mas antes de chegar à capital do Império, conheci terras lusitanas, na ciência das leis, um bacharel, e de Coimbra, coração apertado de saudade, resolvi voltar.

 

A vocação jurista ganha corpo, a vida profissional ascensão, e tudo parece seguir um rápido desfile no curso do Brasil à beira da Independência. O grito do Ipiranga acabara de ecoar, e eu estava nas cercanias de Mariana como Juiz de Fora.

 

O homem público a cada momento se eleva, e uma sucessão de conquistas parece não mais que algo naturalmente lógico na concentração da posteridade que se aproxima: deputado, senador, desembargador, conselheiro do Império, ministro das Finanças e da Justiça e, acima de tudo, o mestre preceptor do futuro Imperador Pedro II

 

À memória popular que pouco conhece dessas vertentes, mas que não me esquece por outros nobres motivos, históricos e culturais, deixo de ser apenas Cândido, em um ato de reconhecimento e gratidão imperial, principalmente para ter seu grande conselheiro próximo à futura Estação de trens que herdaria seu nome, Pedro Segundo me faz Visconde.

 

A antiga rua Bom Jardim, na Cidade Nova, conquista meu título de nobreza e definitivamente passo a escrever a glória maior da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

 

Um dia, já Marquês, minha passagem me eleva a outro plano, fincado como parte desse chão vi crescer estas paragens, vivi reformas, passei por revoluções…

 

Quando a liberdade quebrou correntes, eu estava lá!

 

A Aurora da República assisti de perto; vislumbrei de camarote a redenção de uma gente marginalizada, que pouco a pouco fez história, e através de suas escolas, ensinou o Brasil a sambar.

 

Ah! Quantos personagens imortais?

 

Quantos sambas antológicos e artistas geniais passaram por mim?

 

E hoje, na mais cândida paciência, aguardo os quatro dias de folia para o mundo inteiro ouvir meu nome. Eu, poeta de Minas Gerais, que nem de longe esperava tanto, sou palco de todas as emoções, a Avenida do desfile principal na Apoteose do sambista verdadeiro.

 

Adormeço aos pés da praça, onde faço minha última morada, e num desfecho magistral, sou apenas mais um nobre recebendo a Deusa da Passarela: Muito prazer! Marquês de Sapucaí.

Rio Carnival 2016
Samba Schools &
Samba Songs

Find here all Rio Samba School details with the latest samba songs and 2016 parading themes.

You will be able to listen to the 2016 samba songs on your own Rio Carnival Page as soon as they are released.

All samba school songs
info about the schools
all about 2016 rio carnival

Rio Carnival Samba School Photos

Beija-Flor`s history

Beija-Flor was born Nilópolis of Christmas celebrations in 1948 . A group formed by Milton de Oliveira ( Negão of Cuíca ) , Edson Vieira Rodrigues ( Edinho the Junkyard ) , Helles Ferreira da Silva , Mário Silva , Walter da Silva , Hamilton and Jose Floriano Fernandes da Silva decided to form a block , after several discussions , the suggestion of D. Eulalia de Oliveira , mother of Milton , was named Beija -Flor (inspired by Rancho Beija -Flor , which existed in the Marquis de Valencia ) . Dona Eulalia was admitted as a founder .

In 1953 , the Block Association Carnavalesca Hummingbird, victorious in the neighborhood , David Silvestre was entered by the Saints ( Cabana ) integral ward of composers such as samba school , the Confederation of Samba Schools , for the official parade 1954 in the second group .

In its first parade in 1954 , was the champion going for group I , in which he remained until 1963. In 1974 , I returned to the Group result of good work by David Nelson Abraham . In 1977 , Anise Abraham David takes over the Presidency and Designs School of Samba Nilópolis as one of the most famous in the world.

Prizes in the First League (Special Group)